domingo, 6 de Novembro de 2011

A poesia

Aqui vai um bom modelo de poesia que os nossos alunos poderão realizar. Basta criar as rimas!


Duas dúzias de coisinhas à toa que deixam a gente feliz - Otávio Roth



Passarinho na janela, pijama de flanela, brigadeiro na panela.
Gato andando no telhado,
cheirinho de mato molhado, disco antigo sem chiado.
Pão quentinho de manhã,
drops de hortelã, grito do Tarzan.
Tirar a sorte no osso,
jogar pedrinha no poço, um cachecol no pescoço.
Papagaio que conversa,
pisar em tapete persa, eu te amo e vice-versa.
Vaga-lume aceso na mão,
dias quentes de verão, descer pelo corrimão.
Almoço de domingo,
revoada de flamingo, herói que fuma cachimbo.
Anãozinho de jardim,
lacinho de cetim, terminar o livro assim.

domingo, 16 de Outubro de 2011

Texto informativo e literário ao mesmo tempo

Este texto é bem legal e mistura informações científicas com a literatura. Vale a pena ler.


Bate Coração

O coração é um músculo com várias cavidades, localizado no centro do tórax. Eu tinha acabado de chegar ao Colúmbia, danceteria de São Paulo, ali entre a Augusta e a Estados Unidos. A função do coração é bombear sangue para o corpo, suprindo as células com nutrientes e oxigênio. Logo que cheguei tomei uma cerveja. Me encostei no balcão e procurei por algum conhecido. Ninguém. Uma parede muscular chamada septo divide o coração em dois lados, o direito e o esquerdo. Válvulas dividem cada um desses lados em duas câmaras: átrio e ventrículo. Passei do primeiro ambiente do Columbia para o próximo. Cumprimentei algumas pessoas e resolvi dar uma espiada no terceiro e último ambiente: a pista de dança. Quando o músculo cardíaco se contrai, ele força a passagem de sangue dos átrios para os ventrículos – e destes para fora. Forcei os olhos para enxergar algo, mas a estroboscópica já estava a toda. Voltei quase surdo e um pouco cego para o segundo ambiente. O sangue oxigenado vindo dos pulmões, flui nas veias pulmonares para o átrio esquerdo, e através da aorta, para todas as partes do corpo. Estava sentado sozinho na mesinha do canto, tomando outra cerveja, quando, vindo lá da entrada, você passou pela porta. Cabelo curto, vestido vermelho, botas pretas. Sangue desoxigenado, retornando dos tecidos, flui da veia cava para o átrio direito, depois para o ventríloquo direito e, através da artéria pulmonar, para os pulmões – de forma a ser reoxigenado.  Você logo vai para a pista de dança, e através de várias pessoas (a casa lotou de uma hora para outra), segui seu vestido. De forma que vi perfeitamente quando começou a dançar sozinha, à direita da pista. O batimento cardíaco se dá através da seguinte sequência: diástole do átrio, sístole dos átrios e finalmente sístole dos ventrículos. A minha aproximação se deu através da seguinte sequência: firmeza do olhar, doçura nos olhos e finalmente passos desajeitados bem ao seu lado. O coração, em repouso, bate de sessenta a noventa vezes por minuto, mas a frequência cardíaca pode atingir mais de duzentos batimentos por minuto durante exercício físico. Dançamos, dançamos, dançamos. A alça do seu vestido caía toda hora. Você ajeitava a alça de vez em quando (menos do que deveria, mais do que eu gostaria), mas sua mão sempre voltava a ficar em volta do meu pescoço e, dessa maneira, continuávamos dançando, dançando, dançando. A frequência cardíaca também sobe em caso de excitação e situações de estresse. Eu não estava nem um pouco estressado. Nem você. Mas meu coração vibrava quase tanto quanto as caixas de som. Sentia a batida dos graves  bem aqui no meio do meu peito. Isso é grave, pensei. Atenção pericárdio fibroso, pericárdio seroso e cavidade pericárdica. Atenção frágeis paredes do meu coração. Preparem-se. Estamos saindo do Colúmbia. Estamos – a garota de vestido vermelho e eu – passeando de carro, ficando apaixonado em alta velocidade, por essas artérias e veias da cidade..

Marcelo Pires. Revista Caprico, n4. São Paulo, Abril, abril de 1994


Texto Expositivo

O texto expositivo apresenta informações sobre um objeto ou fato específico, sua descrição, a enumeração de suas características. Esse deve permitir que o leitor identifique, claramente, o tema central do texto.

Um fato importante é a apresentação de bastante informação, caso se trate de algo novo esse se faz imprescindível.

Quando se trata de temas polêmicos a apresentação de argumentos se faz necessário para que o autor informe aos leitores sobre as possibilidades de análise do assunto.

O texto expositivo deve ser abrangente, deve permitir que seja compreendido por diferentes tipos de pessoas.

O texto expositivo pode apresentar recursos como a:

- instrução, quando apresenta instruções a serem seguidas;
- informação, quando apresenta informações sobre o que é apresentado e/ou discutido;
- descrição, quando apresenta informações sobre as características do que está sendo apresentado;
- definição, quando queremos deixar claro para o nosso leitor do que, exatamente, estamos falando;
- enumeração, quando envolve a identificação e apresentação seqüencial de informações referentes àquilo que estamos escrevendo;
- comparação, quando o autor quer garantir que seu leitor irá compreender bem o que ele quer dizer;
- o contraste, quando, ao analisar determinada questão, o autor do texto deseja mostrar que ela pode ser observada por mais de um ângulo, ou que há posições contrárias.


Veja um exemplo de texto expositivo:

O telefone celular

A história do celular é recente, mas remonta ao passado –– e às telas de cinema. A mãe do telefone
móvel é a austríaca Hedwig Kiesler (mais conhecida pelo nome artístico Hedy Lamaar), uma
atriz de Hollywood que estrelou o clássico Sansão e Dalila (1949).
Hedy tinha tudo para virar celebridade, mas pela inteligência. Ela foi casada com um austríaco nazista
fabricante de armas. O que sobrou de uma relação desgastante foi o interesse pela tecnologia.
Já nos Estados Unidos, durante a Segunda Guerra Mundial, ela soube que alguns torpedos teleguiados
da Marinha haviam sido interceptados por inimigos. Ela ficou intrigada com isso, e teve a idéia:
um sistema no qual duas pessoas podiam se comunicar mudando o canal, para que a conversa
não fosse interrompida. Era a base dos celulares, patenteada em 1940.

Disponível em:
http://www.canalkids.com.br/tecnologia/invencoes/ curiosidades.htm

terça-feira, 11 de Outubro de 2011

Últimas Considerações

A pesquisa proposta neste blog mostrou-se muito ampla e por isso sua resposta ficou um tanto vaga.
Além da gramática, os gêneros textuais poderiam ser relacionados também com outros componentes curriculares. Por que não trabalhar a questão das regras (texto instrucional) com o professor de Educação Física?
Sim, podemos fazer tudo isso. Mas falta tempo para que realmente o planejamento seja interdisciplinar. Tempo para que as áreas se manifestem e percebam as relações entre as suas áreas de conhecimento.
Há viabilidade de incluir novas práticas pedagógicas na sala de aula, mas ainda os componentes curriculares estão muito isolados. O aluno aprende História do Brasil para entender sua realidade, mas o aluno não percebe que isso também é trabalhar a leitura e a escrita.

Neste blog tentamos trabalhar os conceitos de: texto, escrita, oralidade, gêneros textuais e gramática.

Concluindo...

A partir das nossas dúvidas e certezas, elaboramos um blog, apresentando formas de trabalhar a gramática a partir dos gêneros textuais.
Para isso, postamos vídeos, atividades e slides com indicações de livros, que podem servir de sugestões para os professores de Língua Portuguesa.